Em Geral

Um blog sobre todas as coisas Em Geral

Alma-de-gato

A cada dia que passa vejo mais e mais  almas-de-gato em Belo Horizonte. Já ouvi relato que eles, mansos como pombas,  estariam até vindo comer pipocas ao solo.

Foto tirada na Praça da Liberdade, dia 13 de abril.

5 comentários

5 comentários até agora

  1. rose Abril 29th, 2010 14:08

    Querida!!!!!!!
    Se saudade matasse de verdade, eu estaria mortinha sa silva…rsrsrsrsrs.
    Tá danado…minha conecção com a internet é que tá com problemas.Estou com um aparelho do meu irmão para , como remédio, matar a saudade desse mundo virtual.
    Nada melhor que sentir a falta de algo e poder estar de volta, temos uma outra maneira de “ver” as coisa, não é?
    Empolguei-me e lá vai o comentario sobre o pássaro:
    Aqui no quintal aparecem de manhã para água fresca e frutas.Vai acabar como os bem-te-vis:visitas constantes, tomara.
    isso aqui não muda, sempre um bom lugar para visitas.
    Amo-vos.
    Saudades,, saudades e muitas saudades, ok?
    Bjs em vcs.

  2. rose Abril 30th, 2010 16:38

    Ela,acredito que sejam as pragas da cochonila.Umas “coisinhas” brancas, não é?Tenho um monte delas aqui no quintal, acabam por matar as plantas ou deixá-las sem desenvolvimento.
    Basta uma calda de fumo facílima de fazer,, mostre-me por imagens se realmente são elas, ok?
    Se deixar essas praguinhas elas tomam conta do quintal inteiro, até nas raízes das plantas elas atacam.ADORAM minhas orquídeas…rsrsrsrsr.
    Bjs.

  3. Alessa agosto 17th, 2010 12:55

    No quintal da minha casa sempre aparece um alma de gato para comer os frutinhos do coqueiro, é muito bonito ver esse bicho bem de pertinho, na janela de casa, tb vão: sanhaço, saira sete cores, beija flor, bem te vi, sabiá… parece um zoologico de passaros.

  4. Ela agosto 17th, 2010 13:51

    Não são uma beleza, Alessandra?
    Obrigada pela visita. Ela

  5. Em Geral » Alma-de-gato Maio 26th, 2011 23:18

    […] falei dele antes e acho que estas fotos não estão nada bacanas. Mas este pássaro me encanta e eu não posso […]

Leave a reply