Identidade, de Marco Simas

Este livro foi presente de uma amiga e colega de trabalho no Natal de 2018. O autor é mineiro, atualmente residente no Rio de Janeiro, cineasta e roteirista. Já publicou outros dois livros, Bárbara não quer perdão e O último trem, dois volumes da trilogia ” Aqui estamos nós”, que termina exatamente com Identidade.

Identidade – o último da trilogia – é um thriller excepcional. Li em duas tardes. É daqueles livros que você esquece o mundo ao redor. Você quer terminar a leitura, mas não quer que o livro acabe. A história é genuinamente brasileira: família de político corrupta, prostituição, disputa pelo poder a qualquer custo, paixão e violência.

O autor narra de maneira muito fluida o encontro de dois jovens marginalizados pelas circunstâncias e unidos pela vontade de viver uma vida normal. Ane foi violentada e prostituída. Joe, um assassino a serviço de um poderoso grupo político-financeiro. Desse encontro nasce um amor impossível, trágico e definitivo. A narrativa é muito bem arquitetada, os personagens são bens construídos; o autor é definitivamente talentoso.

E acho mesmo que o texto de Identidade deveria se tornar filme ou série de TV. Aposto que faria muito sucesso. Enfim, indico demais este livro. Sua leitura me deu muito prazer.

1 comentário sobre “Identidade, de Marco Simas”

  1. Pingback: Livros pretendidos para 2019 - Em Geral

Deixe uma resposta