Décimo quarto dia de quarentena


Diazinho mais ou menos, sem novidades (que novidade!); tentei ler um pouco na rede, mas é difícil com as crianças querendo atenção. O que não é nada demais, nem incomum, claro. Mais difícil que driblar os infantes e fazer algo “adulto” sozinho é driblar a ansiedade e conseguir entregar-se a alguma leitura.

Estou com o Clube da Luta para ler, mas está difícil sair das primeiras páginas. A todo momento vem a lembrança da chata situação na qual nos encontramos e a cabeça voa. Esta tarde farei um esforço, de qualquer forma.

No mais, ontem tentei fazer uma calda no micro ondas e falhei miseravelmente: acabei estragando a forma. Furou mesmo!! Ainda bem que eu tinha uma outra para o micro e o pudim de pão acabou saindo. E ficou ruim, que fique bem claro.

Ah, hoje também recebemos em casa compras do supermercado. Engraçado que é a primeira vez na vida que recebemos em casa compras simples, coisas que podíamos dar uma simples saída e conseguir de boa. Leite, pães, hamburger, queijo, detergente, água sanitária.. uma mudança e tanto no andamento da casa. Temos ficado em casa. Qualquer dia desses vou precisar sair mesmo, vou até o banco. Mas até precisar de verdade vamos ficando por aqui.

Acima, foto de florzinha porque sim e de nosso novo escorredor de pratos. Não deu tempo de estrear antes da quarentena. 🙁

Deixe uma resposta