Risoto quarentenal

93 dias de quarentena. Só um risotinho de cogumelos pra dar aquele cheirinho na casa, abrir os apetites e esquentar a alma. Tá frio; frio e chato. Mas a comida gostosa transforma alguns momentos.

Vou fazer um aparte na receita pra lembrar que uma das coisas que minha filha mais gosta é de ficar à mesa conversando. Às vezes a gente come rápido e vai levantando (o pai é quem mais faz isso) e ela pede: “podemos ficar mais um pouco aqui conversando”? É uma graça.

Ela faz isso mais no jantar e nas refeições dos finais de semana, já que nos demais momentos precisamos correr para dar conta do dia. Ela adora uma mesa, um bolo e um papo. Gostaria de passar com ela (com todos, claro) uns tempos numa roça, a família reunida e a gente só nos quitutes.

Então: hoje, mesmo sendo quinta-feira, resolvi fazer esse risoto. A diferença é que, no lugar do vinho, usei uma lata de cerveja preta.

Minhas fotos não estão legais, mas a ideia é essa, lembrar do quão corridos tem sido esses dias.. não consigo sequer tirar a comida da panela antes de levar à mesa.. relevem.. 😀

Ingredientes:

1 cebola picadinha;

manteiga (ou azeite);

2 dentes de alho;

500 gramas de arroz arbório (para nós 4 foi uma boa quantidade);

1 lata de cerveja preta (Malzbier);

caldo de galinha;

1 bandeja de cogumelos picados (qualquer um).

parmesão a gosto.

Faça assim:

Refogue a cebola e o alho na manteiga ou azeite até que a cebola fique transparente. Junte o arroz e refogue. Junte a cerveja preta aos poucos, mexendo sempre. Quando a cerveja secar, junte o caldo de galinha (ou de legumes, na quantidade que dê pra cozinhar o arroz). Quando o arroz estiver cozido, mas ainda ao dente, junte o cogumelos (os meus já estavam refogados na manteiga). Vá vendo o cozimento do arroz. No risoto ele não deve ficar excessivamente cozido.

Quando desligar a panela junte um pouco de manteiga, o parmesão e acerte o sal. Bom demais.

Deixe uma resposta