Em Geral

Um blog sobre todas as coisas Em Geral

Archive for the 'Saúde e bem estar' Category

Ideias de receitas para o programa Express/VP

Não sei como funciona com as outras pessoas, mas quando estou fazendo o programa Express, do Vigilantes do Peso, eu viro a tarada das receitas. Pode ser simples, pode ser singela, mas eu tenho que bolar coisas diferentes para agradar ao paladar. Ter restrição alimentar é meio chato (o Express apresenta algumas restrições, diferentemente do programa regular de emagrecimento dos Vigilantes do Peso) e aí eu vou dando trato à bola pra criar comidinhas diversas.

Vou começar a listar as ideias que tive (ou que me deram, mesmo sem conhecer o Express, e eu adaptei) pra ajudar a galera amiga e também a mim mesma, que fico gulosa gulosa por não precisar contar os propontos. Brincadeiras a parte, porque não dá para abusar nas quantidades, cito as ideias sem fornecer a receita. Se algum leitor não souber/não conseguir realizar o prato, comenta aí que eu ajudo.

  • Carne moída magra com tomates e polenta
  • Carne de boi picada com cogumelos e grão de bico
  • Macarrão integral com abobrinha, tomates, cebolas, cogumelos, tofu, manjericão (escolha os ingredientes que mais combinam por vez)
  • Ovos picados com batatas picadas temperadas com iogurte desnatado
  • Refogado de lentilhas ou ervilhas com legumes
  • Risoto de arroz integral com batatas (para dar cremosidade) e frango desfiado
  • Legumes assados com alecrim e laranja
  • Carnes assadas com mini cebolinhas com casca
  • Carne magra assada em 1 vidro de shoyu e gengibre
  • Pimentões assados com vinagre balsâmico
  • Doce de abóbora com adoçante
  • Bolo de fubá sem açúcar e sem óleo (esse eu vou postar a receita posteriormente!)
  • Panquecas de ovos, aveia, banana

E por aí vai… a lista vai aumentar!

No comments

Alimentos Express – Vigilantes do Peso

Se você faz o programa Express dos Vigilantes do Peso pode gostar desta lista. Ela ajuda a definir as compras do supermercado.

E daí você compra muitas frutas e verduras também. E está pronta a festa. 🙂

Leite e derivados

  • Leite desnatado e semi-desnatado
  • Iogurte desnatado
  • Iogurte líquido 0% gordura
  • Cottage 0% gordura
  • Queijo frescal 0% gordura
  • Coalhada desnatada

Frios

  • Blanquet de peru (4 fatias)
  • Peito de peru light (2 fatias)
  • Kani (3 unidades)
  • Presunto light

Carboidratos

  • Pão de forma light: preto, integral, com grãos (1 fatia)
  • Torrada light
  • Pão sírio light
  • Mandioca
  • Mandioquinha
  • Arroz integral e selvagem
  • Aveia
  • Batata/batata doce/baroa
  • Cará/inhame
  • Flocos de milho sem açúcar e cereal integral sem açúcar
  • Cuscuz sem gordura
  • Macarrão integral

Grãos em geral

  • Milho (tb pipoca light e mini milho em conserva de água)
  • Todos os feijões
  • Grão de bico
  • Grão de soja
  • Quinoa (seco 20g, cozido 1/2x)
  • Lentilha
  • Canjica de milho
  • Cevadinha em grão
  • Ervilha

Farinhas

  • Farelo de trigo
  • Farinha de trigo integral
  • Fubá seco (1/4 x)
  • Trigo para quibe seco (1/2x)
  • Farelo de aveia.

Proteína

  • Ovo (claras pasteurizadas são boa opção)
  • Cogumelos
  • Boi: Alcatra, contrafilé, coxão duro, mole, chã, filé mignon, lagarto, músculo, patinho, picanha sem gordura
  • Porco: lombinho, picanha limpa.
  • Frango: peito.
  • Peixe: bacalhau e atum frescos, badejo, cação, tilápia, atum em água, kani.
  • Peru: coxa assada (1), peito assado.
  • Soja: Hambúrguer 2% de gordura, soja texturizada, leite de soja sem açúcar e tofu.

Outros

  • Gelatina sem açúcar
  • Tomate seco sem óleo
  • Caldos (tempero) 0% gordura
2 comments

Bacon fracionado e congelado

Olha aí uma boa forma de se armazenar bacon em casa. Fracionei uma pequena peça em  pedaços de 40 gramas e congelei. Cada pedacinho vai ser suficiente para dar aquele gostinho especial na receita.

Comendo com parcimônia não há mal nenhum!

 

1 comment

Rede de colaboradores – VP

Emagrecer requer mudança de hábitos, a maioria deles conosco há longa data. Se estivermos sozinhos nesta busca teremos muito mais dificuldades.

A necessidade de colaboradores, enfim, foi o tema da palestra desta semana.

Imagine uma pessoa que começa a frequentar as reuniões dos Vigilantes do Peso, mas chega em casa e encontra toda sorte de guloseimas disponíveis. No almoço há frituras, carnes gordas, refrigerante e doces. Na cozinha biscoitos recheados, bolos e chocolates.

Agora imagine a mesma pessoa chegando em casa e encontrando um almoço leve: arroz, feijão, legumes, folhas, uma carne magra ou soja. À mesa não há bebidas e, como sobremesa, é servida uma fruta. Na geladeira, frutas picadas, pães integrais, queijos magros. Na despensa, pipoca,  biscoitos sem recheio ou integrais, leite de soja light, atum em lata, geleia de fruta..

Fica fácil saber em qual das situações o ‘vigilante’  está sozinho em sua empreitada e em qual delas ele tem pelo menos um colaborador.

Colaboradores são aquelas pessoas que entendem sua necessidade de mudar de vida e que até participam destas mudanças, aderindo ao novos hábitos. São nossos pais, nossos companheiros, filhos e amigos.

No meu caso, como eu mesma faço as compras e a comida da casa, escolho quase sempre o que entra na cozinha, mas se eu não tivesse um grande colaborador (Ele), seria muito mais complicado.

Conheço mulheres que tentam se reeducar, mas os maridos boicotam – conscientemente ou não – seus propósitos. Diante de uma alimentação mais saudável em casa acabam aparecendo com sanduíches, pastéis, pizzas, chocolates e todas as delícias que, embora possamos comer, devem ser bem administradas.

Bom, resumidamente, a ideia é esta: se você está em um programa de reeducação alimentar, seu grupo de convivência deve estar envolvido e este apoio é crucial para seu sucesso. Caso este apoio não apareça é hora de conversar, pedir ajuda, ser franco e firme. Quem sabe os bons hábitos não sejam copiados?

E se o ‘vigilante’ é o responsável pela alimentação da casa, melhor ainda. Todos podem seguir o programa. Feito de forma correta será incorporado sem maiores questões, por todos da família.

No comments

Vigilantes do Peso – Cuidando do ambiente

A proposta desta semana no VP é fazer uma boa faxina na casa, verificando se há boas condições para o emagrecimento. Porque precisamos adaptar o ambiente em que vivemos para facilitar a mudança de nosso estilo de vida.

E como fazemos isto, na prática?

Podemos descartar guloseimas que estão à mostra ou guardá-las em locais de difícil acesso. Juntamente, podemos colocar frutas e legumes bem disponíveis na geladeira, já limpos, lavados, cortados, prontos para o consumo. Uma boa ideia é colocá-los em recipientes transparentes, para que chamem a atenção ou, por exemplo, já deixar peras e maçãs lavadas e embrulhadas em papel alumínio. Na hora de sair de casa, o lanche já está pronto.

A fruteira pode ser uma aliada, sendo deixada bem à mostra em local de destaque da casa. Bombonieres, potes de biscoitos doces e baleiros, por outro lado, devem ser escondidos.

Ou, melhor, retirados de casa. E é tolice acharmos que os outros integrantes da família precisam destas guloseimas. Principalmente quem tem criança deve ensiná-las desde cedo que tais belisquetes devem ser consumidos muito de vez em quando. Na rua, na casa da avó, numa viagem.. Estes alimentos pouco nutritivos e muito calóricos não precisam fazer parte da dieta de ninguém, seja ele criança ou não.

Uma dica minha (e que também já vi nos informativos Vida Light) é etiquetar os produtos industrializados com o número de pontos por porção. Facilita o dia-a-dia e nos alerta quando do consumo de uma coisa ou outra. Já fiz isto várias vezes  com os potes de biscoitos e também com porções de comida congelada que eventualmente compro.

Bom, a reunião desta semana foi basicamente sobre a organização dos ambientes e o informativo trouxe também o dado de que é mais fácil controlar o que se come em um ambiente organizado, de forma geral. Ou seja, além de organizar a cozinha, organize seu quarto, seu escritório, sua sala.. Deixe à mostra itens que estimulem hábitos saudáveis, descarte roupas que não servem mais. “Arrume a bagunça para diminuir o estresse”. E fique firme no seu propósito.

No comments

O programa Pro Prontos do Vigilantes do Peso

Escolhi este 01 de outubro para postar sobre o novo programa do Vigilantes do Peso, melhor programa de emagrecimento que eu conheço.

E eu me sinto a vontade para falar deste novo programa, o PróPontos, pois sou Vigilante do Peso há muitos, muitos anos.

Comecei no Vigilantes (ou VP para os íntimos) quando do início da primeira reunião semanal em Belo Horizonte, realizada no bairro Cidade Nova, isto ainda na década de 90. Depois de lá frequentei reuniões no Centro, no Barro Preto, no Santo Antônio, no São Pedro, na Serra e agora frequento as reuniões da Savassi.

Durante o período em que fui assídua no programa mantive o peso desejado, comendo com parcimônia todas as delícias que existem por aí. Nas épocas em que me distanciava das reuniões acabava engordando.

A última ‘engorda’ exagerada foi depois que tive meus gêmeos. Aumentei de peso durante a gestação, obviamente, mas engordei mais depois do nascimento dos bebês, um período de muito stress.

Fato que, quando do meu último retorno ao VP, em março deste ano, o programa já havia se modificado, chamando-se agora Programa dos Pró-Pontos. E desde que eu voltei já joguei fora todos os quilos extras que ganhei nesta época do pós parto.

Agora estou quase em meta novamente e meu objetivo é jamais deixar em segundo plano as reuniões e pesagens de sócio vitalício.

Enfim, o Vigilantes do Peso é o melhor método de redução e manutenção do peso porque com ele você aprende, sem sofrimento, que uma alimentação saudável e que lhe permite estar dentro do peso adequado, não é uma alimentação de restrições.

Você aprende que, melhor do que comer impensadamente, apenas pelo prazer momentâneo, é pensar em você, em sua saúde, em seu bem estar, em sua elegância.

E eu, que conheço o VP desde a época da balancinha, fiquei encantada com o programa Pró-pontos, em que frutas, legumes e verduras são liberados! Lógico que alguns tubérculos e o abacate devem ser pontuados, mas a quantidade de frutas, legumes e verduras que podem ser consumidas a vontade é incrível. Não dá pra reclamar de fome.

Na verdade, o VP te ensina a fazer escolhas, o que não engessa o programa. Você tem um número limitado de pro pontos por dia (de acordo com peso, idade, altura e que vai se modificando com o tempo) e ainda tem uma boa quantidade de pro pontos extras, para serem usados a qualquer momento. A dica, claro, é usar estes extras para alguma ocasião especial, como um jantar inesperado, para uma festinha… Mas podem ser diluídos durante os 7 dias da semana também.

No meu caso, que me peso às quartas-feiras, prefiro deixar os pontos extras para o fim de semana, quando quase sempre encaro uma sobremesa mais calórica, uma massa ou carne mais avantajada. E, claro, os reservo para as festas.

É… dá pano pra manga falar do Vigilantes do Peso e, por isso mesmo, crio hoje mais uma categoria no blog. Pretendo compartilhar os assuntos das reuniões, trocar dicas com  quem já aderiu ao programa, apresentar receitas e opções menos calóricas para o cotidiano.

E neste primeiro post aconselho com ênfase a quem pretende fazer uma reeducação alimentar a procurar uma reunião do Vigilantes. Você  não vai se arrepender.

 

9 comments

Meu retorno às aulas de yôga

Pois então. Julho foi um mês um tanto corrido pra gente. Questões de saúde na família e algumas questões pessoais fizeram que nos afastássemos um pouco dos nossos compromissos rotineiros. Minhas aulas de yôga, por exemplo, precisaram ser deixadas de lado por um tempinho, pelo menos até que a poeira baixasse.

Na verdade, não abandonei o yôga por tanto tempo assim; foi apenas um mês de afastamento, mas um mês que a mim me pareceu uma eternidade. Enfim, passada a tormenta de julho, estou de volta à minha prática, com muito prazer. E eu pretendo trazer mais informações sobre o Swásthia yôga; espero que os leitores do Emgeral gostem.

No comments

A prática do Yôga

Praticar yôga é uma das atividades mais prazerosas que conheço. A cada dia, a cada aula, a cada prática, apesar das dificuldades e as limitações do corpo, percebemos uma melhora, um avanço e a expectativa de mais superação nos reforça o caminho.

Pratico o Swásthya Yôga, mas entendo que cada pessoa deva procurar o melhor método para si. Não acho mesmo que exista uma corrente superior às outras. Alguns professores vivem em guerra com outros, cada um puxando a sardinha para seu lado, mas, sinceramente, cada um que escolha o yôga que lhe faça mais feliz.

No meu caso, me identifiquei com o Swásthya Yôga pelos seguintes motivos: primeiramente se conceitua de uma maneira que me agrada, ou seja, é a metodologia estritamente prática que conduz ao samádhi, que é um estado de hiperconsciência.

Depois, pelo menos no meu caso, os resultados da prática foram excelentes. O corpo se torna bem mais flexível, alongado, as articulações são fortalecidas, há um grande aumento de consciência corporal, isto tudo sem falar na prática da meditação, que é muito interessante.

Outra coisa que me agrada é a forma pela qual as aulas são ministradas: não há repetição nos ásanas, que formam, no conjunto, uma bela coreografia.

Ainda em relação ao conceito de swásthya yôga, vale dizer que a hiperconsciência é um estado pretendido pelo praticante, que deve dedicar-se imensamente, durante anos a fio, para alcançá-lo. Creio que muitos, dentre os quais me incluo, nunca o tocarão. Ainda assim, a busca se justifica e compensa. Bastante.

Enfim, aconselho e indico a todas as pessoas, de todos os sexos e idades.

No comments