Em Geral

Luiz Inácio Lula da Silva, A Verdade Vencerá

Te contar que estou cansada dos acontecimentos recentes brasileiros. Golpe na democracia, justiça nitidamente parcial, fascista e perseguidora. Quando chegou este livro aqui em casa fiquei até em dúvida se leria mais alguma coisa sobre o assunto “Lula”. Mas daí­ as primeiras páginas me animaram e terminei rapidinho.

Gostei.

O livro é, em verdade, uma entrevista com o ex-presidente. Ele fala um pouco sobre toda sua trajetória: sobre a vida pobre no nordeste, a ida para os sindicatos – levado pelo irmão -, sobre quando era oposição, sua época como deputado federal… Depois fala bastante sobre sua atuação como presidente da república, as negociatas polí­ticas, os encontros com vários lí­deres mundiais.  São bem interessantes as respostas sobre a relação com Dilma, sobre os erros cometidos pela então presidenta e sua falta de habilidade em dialogar com os que foram depois seus maiores algozes.

Lula também responde sobre o que faria se pudesse retornar í  presidência e também da coragem com que enfrentaria a possí­vel prisão (quando da edição do livro ele ainda não estava preso, mas sabia que iria ser).Â É um livro interessante, vale a leitura.

E não deixa de ser bastante incomodativo: porque o sujeito está preso, mas paira realmente uma grande dúvida se houve lisura no processo que o levou í  prisão. Se ele cometeu – e pode ter cometido – crimes outros, é outro caso. O que pega é que o processo que o mantém em cárcere apresenta muitas falhas e ví­cios processuais, dentre eles um dos mais grave que é a ausência do juiz natural.

Sigamos, enfim. Vamos ver quais são as cenas dos próximos capí­tulos.

Sair da versão mobile