Aniversário de queda

Há um ano, por volta da meia noite, estava chegando na casa de minha mãe, onde fiquei por 4 meses ininterruptos enquanto me recuperava de uma queda que causou uma grave fratura na patela esquerda.

A queda foi péssima, as duas cirurgias horrí­veis, chatí­ssimo ficar longe do marido e de casa. Muito incômodo, falta de autonomia..

Mas não posso reclamar de nada em relação ao tratamento que recebi, de todos da famí­lia. Fui cuidada, mimada, tratada. Dei um trabalhão danado pra mamis e pros irmãos que estiveram mais próximos.

O tempo passou, a recuperação está de vento em popa; mas não me esquecerei dos bons momentos (porque houve muitos) na casa mais gostosa do mundo.

E que meus meninos sempre tenham o lar que eu e maridex construí­mos a disposição – sempre – não importando o que aconteça.

Deixe um comentário