Em Geral

Torta com massa folhada (Maule/chilena) abrasileirada com amendoins

Eu vi essa torta em algum vídeo na net e ela era feita com nozes e castanhas. A descrição era que é uma torta chilena, mais especificamente de Maule, uma comuna da província de Talca/Chile. Mas… eu tinha em casa um quilo de amendoins torrados e picados e eu não podia deixar de usá-los.

O bom é que faço aqui o teste pra vocês de uma torta bem mais barata e mais brasileira. 🙂 Não vou, claro, dispensar o teste da receita original e já penso em algumas outras modificações, como usar morangos e outros recheios. Mas, enfim:

Não há segredos para essa torta. Use massa folhada para cobrir o refratário, cubra com duas latas de leite condensado (usei marcas diferentes; por isso há duas cores no recheio) e cubra novamente com as castanhas de sua preferência. Pincele a massa com gema de ovo e leve ao forno já pré-aquecido. Não pré-assei a massa folhada (furadinha com um garfo) antes de levá-la ao forno com o recheio, como manda a embalagem.

A ideia da sobremesa é misturar o doce do recheio com o salgadinho das castanhas torradas.

O resultado: ficou muito bom. Eu deixei quase uma hora e meia no forno e, no meu entender, foi tempo demais. Não prejudicou a gostosura da torta, mas a massa ficou ainda mais quebradiça. Da próxima vez vou deixar uma hora só ou um pouco mais que isso apenas. No mais, é uma delícia e todos que provaram adoraram. É bem doce sim, mas ninguém precisa comer demais de uma vez. Ela combina muito bem com um café preto e puro também.

Dica: use castanhas ou amendoins um pouco salgados; o contraste com o doce fica delicioso.

Sair da versão mobile