Em Geral

Um blog sobre todas as coisas Em Geral

66 opções de almoço/jantar com espaço kids em BH/região

Estabelecimentos com espaços kids em Belo Horizonte!

crianças brincando

espaço kids Rancho Boi

espaços livres

Então, se tem uma coisa difícil é o casal sair para almoçar, lanchar ou jantar levando consigo seu (s) filho (s) podendo fazer uma refeição demorada, com calma, relaxando um pouco. Ajudam muito os bares, restaurantes e lanchonetes que reservam em sua casa o tal do “espaço kids”.

Vale dizer que nossos meninos nunca precisaram de tablets ou celulares para serem entretidos enquanto esperamos a comida, mas é claro que, ainda que aguardem com calma o rango chegar, ficam ansiosos para sair da mesa ao fim da refeição. E nós, pais, merecemos e queremos ficar um pouco mais conversando no restaurante. Para te ajudar e para nos ajudar a lembrar dos bons lugares, fiz (com a ajuda de amigas reais e virtuais) esta lista. Vamos a ela.

Primeiramente a lista com os estabelecimentos que já conhecemos; se você precisar saber de algo mais a respeito de algum deles fique a vontade para perguntar. Tentaremos responder o mais breve possível. Também aconselhamos verificar antes de ir, via telefone ou pelo site, sobre o horário de funcionamento, a disponibilidade dos espaços kids…  Apesar de a lista estar sendo sempre atualizada, já quebramos a cara! Também é legal ver o que outras pessoas falaram sobre os estabelecimentos por aí. Na medida do possível faremos posts específicos sobre cada casa que já frequentamos.

Vamos à lista!

  1. Rancho do Boi, em Nova Lima (a la carte);
  2. Xico da Carne, na Cidade Nova (a la carte);
  3. Chalé da Mata, Av.Eng. Carlos Goulart, 1123, Buritis (quilo);
  4. Vitelos, no Cidade Jardim (a la carte, $$$);
  5. Recanto, Bairro Jardim da Torre, parte de cima do Belvedere (a la carte);
  6. Vila da Pizza, no Santa Lúcia (para crianças até uns 6 anos);
  7. Etna, na Raja, só fins de semana (para tomar um café na loja :))
  8. Shopping Falls, recreação paga na praça de alimentação, Sta Lúcia;
  9. Walls Gastropub, R. Levindo Lopes, na Savassi;
  10. Café Paddock, na Pampulha (a la carte);
  11. Boi Vindo, no Sagrada Família, av. Petrolina, 875 (quilo);
  12. República da Esbórnia, no Buritis (ótimo, a la carte);
  13. Solar do Engenho, indo p/ 7 Lagoas – Km 479 da BR-040 (por pessoa);
  14. Caminho de Minas, saída para Rio, atrás do Faz de Conta (quilo);
  15. Jardim de Minas, no Aeroporto (quilo);
  16. Pizzaria Fazendinha, Rua Izabel Bueno, 1082, Sta Rosa (a la carte);
  17. Parrillero, na Av. Portugal, 180 – Pampulha (quilo e la carte);
  18. Tio Carmelo, na Conselheiro Lafaiete, Sagrada Família;
  19. Farroupilha da Av. Portugal (o espaço é pequeno, mas atende);
  20. Casa Leopoldina, Leopoldina, 357/Sto Antônio (a casa está fechada!)
  21. Xapuri, na Pampulha (a la carte $$$);
  22. Rancho Fundo, no Buritis – quilo ou por pessoa;
  23. Bar do Antônio, rua Guaicuí, Luxemburgo;
  24. Via Cristina; Rua Cristina, 1203, Sto Antônio.
  25. Pizzaria e Restaurante Paulista, no Betânia (muito simples, estilo de estrada);
  26. Faz de Conta, no Jardim Canadá (excelente, $$$);
  27. Paladino, no Braúnas (excelente, $$$);
  28. Amarelim, na Prudente de Moraes;
  29. Filé Espeto & Cia, Ouro Preto – Av. Fleming (a la carte) crianças até 6 anos;
  30. Domino´s Pizza, Guaicuí, 297 – Coração de Jesus
  31. Tudo na Brasa, no Castelo/Alípio de Melo;

Não fomos ainda nestes abaixo (mas temos planos de ir):

  1. Boi Vitório, no Mangabeiras;
  2.  Choperia Pinguim, no Sion, nos fins de semana;
  3. Albanos Sion; Rua Pium-í, 611 (Espaço Kids Digital);
  4. Boi Werneck, no Buritis;
  5. Lobos Grill, na Silva Lobo;
  6. Pizzarone, no Padre Eustáquio, rua Progresso, 951.
  7. Sitio Bar, em Macacos, Espaço kids com monitoria;
  8. Nino Pizzaria e Restaurante, no Padre Eustáquio;
  9. 68 pizzaria, somente aos domingos;
  10. Raja Grill, na Raja Gabáglia;
  11. Porcão, na Raja Gabáglia (espaço pequeno pelas fotos, confira);
  12. Pizzaria Scuola, o da Silviano Brandão (difícil de estacionar)
  13. Applesbee’s (Bh Shopping);
  14. Choperia Almanaque, na Pium-í,675 – Anchieta
  15. Café Asa de Papel, Piauí, 631 (sem área kids, crianças bem vindas!);
  16. Pizzaria Mangabeiras, Bairro Castelo (área kids espaçosa);
  17. Pizzaria Mangabeiras, Santa Inês;
  18. Bravíssimo Pizzaria, Alípio de Melo;
  19. Nutreal Restaurante, Miguelão – Nova Lima (a la carte);
  20. Feijoaria, Desemb. Fernando Bhering, 244 – Dona Clara
  21. Monjardim Costelaria e Botequim, Curitiba 2076, Lourdes (à la carte);
  22. Siri Peixes, Av. Fleming 241, Ouro Preto (à la carte);
  23. Petisqueira do Jacaré, Francisco Negrão de Lima 61, Céu Azul;
  24. Via Geraes, Av. Contagem, Sta. Inês
  25. Canto do Mato, Alameda Campo Alegre 20, Contagem;
  26. Massa, Pizza e Grelhados, B.Ouro Preto;
  27. Olegário Pampulha, Antônio Carlos, 7456;
  28. Rest e Pizzaria Jeito Verdim, B. Santa Terezinha;
  29. Pizzaria do Bigode, Av. Julio Mesquita, 178 – Tirol;
  30. Rest e Pizzaria Chapéu de Palha, Bairro Letícia;
  31. Maria das Tranças, R. Estoril, 938, São Francisco
  32. Parquinho Kids, pago; praça de alimentação Centro Com. Riviera, Buritis;
  33. Babetos, R. Progresso, 941 – Padre Eustáquio
  34. Baby Beef,Cristiano Machado, 4000 – União
  35. Retiro das Lages, para Day Use – Rod MG 238,KM 55, Inhaúma

E você, sabe de algum lugar bacana aonde levar as crianças para almoçar, lanchar ou mesmo tomar um café com calma? Conte pra gente que teremos o prazer de ir conhecer e de listar aqui no blog para que mais famílias possam se beneficiar.

*um adendo para ressaltar que as casas mencionadas tem preços bem diferentes entre si. É bom dar uma conferida na net ou podemos ajudar em relação aos que já conhecemos. Alguns deles cobram os vitelos, digo, olhos da cara!

** outro ponto é que é muito interessante que a lista contenha dicas de estabelecimentos situados em todas as regiões de Belo Horizonte. Normalmente só encontramos dicas de lugares na zona sul ou na região da Pampulha. Por isso a importância de sua dica quando passar por aqui!

Deixe seu comentário aqui no blog! Podemos ajudar muitas famílias.

11 comentários

Cenas do cotidiano

Cenas…

Aprendizado, brincadeiras, pés no chão… 🙂

Nenhum comentário

Um dia, três comemorações

Um domingo gostoso e alegre, tendo como convidados apenas alguns poucos familiares. Festejamos mais um ano de vida das crianças e da mamãe.

Fizemos tudo com muito carinho e cuidado e os meninos ficaram muito felizes.

A saboneteira de pássaros foi presente da vovó; acho que sou eu e Ele. Sempre juntinhos e cada dia mais próximos, amigos e amores. <3

Nenhum comentário

Gemada

Adoro gemada. Com o friozinho do mês é perfeita. Fiz hoje – domingo –  e meus meninos  adoraram. Você também gosta? Sabe fazer? Se não, cola aqui. 🙂

Ingredientes

  • 3 gemas (use as claras para fazer uma omelete!)
  • 3 colheres de sopa de açúcar mascavo
  • pitada de sal pequena
  • pitada de canela
  • 500 ml de leite integral fervente

Como fazer

Na batedeira coloque as 3 gemas sem a pelinha que as envolve (ou as passe numa peneira), o acúcar, a pitada de sal e a pitada de canela. Bata bastante, até que as gemas percam a cor. Vá juntando, então, bem aos poucos, na batedeira, o leite fervente. E continue batendo. A ideia é cozinhar as gemas. Então vá colocando aos poucos o leite e volte com o leite ao fogo para que fique sempre fervente. Bata bem. Se desejar leve toda a mistura ao fogo e dê mais uma fervida. Sirva em seguida. Deliciosa.

Nenhum comentário

Cerveja gostosa

Adorei esta Ashby de trigo com laranja: o gostinho da fruta é bem nítido.

Tem pouco amargor (é mais adocicada) e dá pra sentir um gostinho de canela ao fundo também.

Teor alcóolico de 6,7%. Muito boa

Nenhum comentário

Lanches da semana – 10

Continuo tentando mandar lanches legais para os meninos. Não mando – de jeito nenhum – bolos prontos, biscoitos recheados, salgados fritos. No dia a dia envio quase sempre uma fruta da estação, um suco integral sem açúcar ou leite integral e um carboidrato ou proteína interessante. Só deixo de mandar fruta quando mando um bolo de fruta, por exemplo. Aí mando a caixinha de leite integral (de 500ml, que é dividida para os dois) e um pedaço de bolo.

Quando não tenho uma fruta fresca legal mando frutas secas. Em relação a carboidratos, eles gostam do biscoito de polvilho e de pãezinhos diversos. Às vezes algo diferente de padaria ou um bolinho que fiz no almoço. Enfim, tento fazer com que fiquem felizes com o lanchinho, mas sendo tudo simples e caseiro na maioria das vezes.

Segunda-feira – leite integral (mando a caixinha de 500 ml, que é dividida pelos dois) e bolinhos de batata doce polvilhados com cacau (e também canela para ele). Detalhe que usei açúcar mascavo nos bolinhos deles e não adoçante.

Terça-feira – queijo mussarela picadinho, uvas sem sementes e suco de abacaxi integral (sem nenhum açúcar extra adicionado). Daí não mandei também nenhum biscoito porque eles  não conseguiriam comer tudo. E minha intenção era que comessem o queijo.

Quarta-feira – iogurte líquido de morango, bolinho de arroz da casa da vovó (eles comeram no almoço e pediram pra que eu mandasse pra escola :)) e uvas passas. Eu até tinha frutas frescas, mas eles também me pediram as uvas secas.

Quinta-feira – iogurte de morango, mexerica e uma empadinha de padaria.

Sexta-feira – leite integral (mando a caixinha de 500 ml, que é dividida pelos dois) e rosquinhas de creme de leite da padaria (meu menino morre por elas).

 

 

 

 

 

 

Nenhum comentário

Festa da família 2017

Todo ano a escolinha dos meninos promove a Festa da Família. Sempre em uma manhã de sábado, as crianças podem se esbaldar de brincar com os coleguinhas, podem nos mostrar o talento na capoeira e  também as musiquinhas que aprenderam no semestre.

Cada família leva um quitute e as brincadeiras são alimentadas por um farto piquenique.

Fiz para este ano um bolo de chocolate bem gostoso, com puro cacau, e reguei com uma calda doce. Ficou bem gostoso. Acompanhado pelo cafezinho que levamos (sem açúcar adicionado) ficou irresistível.

As crianças aproveitaram bastante e eu também. Passei a manhã fazendo uma das coisas que mais gosto: batendo papo. 🙂

Missão cumprida por hoje.

Nenhum comentário

A resistência ao golpe de 2016

Eu li A resistência ao golpe de 2016 em fevereiro deste ano de 2017 e, como ainda não havia falado a respeito, resolvi fazê-lo hoje, dia em que o atual Presidente da República, o golpista Michel Temer, convocou o Exército para enfrentar e conter manifestantes que protestavam por sua saída do Governo e por eleições diretas. O uso do Exército para tal finalidade é flagrantemente inconstitucional e só demostra a vileza, a torpeza e a podridão do ser (e de sua trupe) que hoje comanda o Executivo brasileiro. Enfim, Temer deu o pulão e agora entra em desespero porque o povo não o vê com legitimidade para governar e muito menos aceita que reformas sejam tratadas sem o devido debate popular e por políticos criminosos (quase todos golpistas). Ou seja, em tempos tão sombrios.

O livro em questão é excelente material para quem quer conhecer os passos podres do golpe. Ele é composto de 103 textos, escritos por excelentes juristas. Há uma preocupação em explicar o porquê do julgamento de Dilma ter sido político, desvenda o papel do Judiciário e da mídia na crise, alerta sobre a misoginia no golpe, sobre a regressão do Estado de Direito no Brasil, atenta para o fato de que a democracia contemporânea ainda é frágil e está sendo totalmente amputada pelo capital, dentre outros vários tópicos, todos muito interessantes, importantes, informativos.

Um ótimo documento sobre a nossa história, tratada no âmbito do  Direito, da Política, da História propriamente dita e também sob o olhar do Feminismo. Indico fortemente a todos.

“Dirão que exagero na dramaticidade, mas penso que não. A democracia foi literalmente tomada de assalto. Golpeada implacavelmente por forças movidas por um ódio político inédito na história recente e que somente encontra paralelo em 1964 e nos anos posteriores ao golpe..

.. É difícil encontrar forças para permanecer resistindo, quando o espaço de resistência ao autoritarismo encolhe cada vez mais. É como se nos faltasse o ar, expulso dos pulmões por um desleal soco no estômago. E sem oxigênio não se sobrevive.”  (trecho do texto do professor Salah H.Khaled Jr.)

Estamos juntos, professor.

A história não absolverá quem nos fez passar por tudo isso; quem, apenas com foco nos seus interesses pessoais, tem conseguido minar o Estado de Direito Brasileiro e a tão jovem e desejada democracia.

 

Nenhum comentário

Mais uma leitura infantil: Bairro Feliz

Acabamos Roverandom com sucesso! Os meninos compreenderam bem a história e ficaram tristinhos quando ela chegou ao fim.

Partimos agora para o livrinho infantil Bairro Feliz, da escritora Maria Lisia Corrêa de Araújo, já falecida e que foi grande amiga de minha mãe. Ela costumava nos presentear com um exemplar de cada obra sua, com muita gentileza. Este mesmo está autografado pra mim e foi guardado com carinho.

Maria Lysia Corrêa de Araújo nasceu em 1921 e faleceu em 2012 (com 91 anos). Sua obra foi diversificada: fazia crítica teatral, crônicas, romances e contos. Tenho pra mim que era uma mulher à frente de seu tempo. Trabalhou como atriz em várias cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Recife e Belo Horizonte,  participando de grupos teatrais importantes como o Arena, o Oficina, a Cia Maria-Della Costa, a Cia. Tônia-Autran, entre outras. Trabalhou com diretores experientes e encenou peças de conteúdos ideológicos profundos em uma época de silenciamento e repressão.

Intelectual, interessante, metódica (nadava praticamente todos os dias pela manhã, fazia chuva ou sol, mesmo quando já estava bem idosa), era uma querida.

A última vez que a vi comprava pão em uma das padarias do bairro e conservava os mesmos lindíssimos olhos azuis.

 

Nenhum comentário

Prato do dia

Hoje fomos de arroz com açafrão (cúrcuma), feijão carioca, abobrinha no molho pedaçudo de tomates com manjericão, bolinho de arroz, carne moída com pimentão vermelho, purê de taioba e beterrabas. Quisera eu ter ânimo para fazer um prato bonito e variado assim todo dia. 😛

Com maior orgulho digo que meus meninos comeram e repetiram.

Nenhum comentário

Purê de taioba com batatas

Testei uma receita que deu super certo.

Cozinhei umas 6 batatas, as amassei com um garfo enquanto ainda estavam quentes. À parte cozinhei rapidamente um pé de taioba e bati a taioba cozida com o leite que eu usaria no purê. Adicionei este leite nas batatas, adicionei manteiga e acertei o sal.

Ficou bem bom, embora não tenha dado muito gosto de taioba, que eu amo. Na próxima farei com dois pés.

Sobre o cozimento da taioba, faça assim: cozinhe a taioba em pouca água; quando ela estiver macia tire da água quente e coloque em água bem gelada. Li que este processo faz com que se mantenha a cor verde bonita da folha.

Foi bem fácil; tente também.

Nenhum comentário

Flores de cactus

Nenhum comentário

Plantei alho!

Há umas 3 ou 4 semanas deixei 3 dentes de alho brotar e há 1 semana transferi os brotos para o vasinho.

Será que vão dar certo? Quero ver se de 3 dentes consigo 3 cabeças. 😀

Nenhum comentário

Prato do dia

Estes são os pratinhos dos meninos hoje.

Meu gulosinho comeu três vezes e ela comeu duas.  Ainda comeram uma bananinha caturra bem docinha depois.

Arroz branco, feijão carioca, contra coxa refogada, alface picada, beterraba cozida, abóbora refogada e taioba.

Nenhum comentário

Roverandom, de Tolkien

Roverandom está sendo o primeiro livro mais elaborado que eu leio para os meninos. Nós lemos praticamente todos os dias. Falta-lhes a história apenas em momentos de muito cansaço ou se estão indo para a cama mais tarde do que o ideal. Então, dia após dia, lemos as histórias que são pré determinadas para a idade deles.

Mas tenho notado que eles já conseguem acompanhar histórias maiores, textos mais sofisticados, e, por isso, resolvi começar com um autor apreciado aqui em casa.

Quando retorno a leitura no dia seguinte, faço primeiro um apanhado do já ocorrido. Peço ajuda aos dois e vou apoiando. O menino, falador que só ele, passa na frente e sai desandando com a história. Ela é mais reservada e ouve. 🙂

Ambos estão bem satisfeitos com o passo adiante que demos com este livro. Não largamos os anteriores, claro que não. O dois estão em franco processo de alfabetização e os livrinhos já familiares são fenomenais.

E daí em diante teremos muito mais. Monteiro Lobato nos aguarde!

 

1 comentário

Próxima »