Nem todas se deixam fotografar… nem todas eu consigo pedir que identifiquem pra mim… Mas sempre que eu tiver uma foto nova vou renovar o post e republica-lo.

Acima, na escada, janeiro de 2024. Abaixo, no jardim, fevereiro de 2024. Mesma espécie: aranha viúva marrom.

Identificada na internet por um especialista, a nosso pedido, a listradinha é uma aranha viúva marrom, nativa da África do Sul. Tem listras preto e branco nas laterais de seu abdômen e nas patas, bem como uma marcação em formato de ampulheta de cor amarelada. Dizem que a picada dela dói, mas não é preocupante. Outro dia vi outra bem pertinho da minha bicicleta. Dei-lhe uma cutucadinha bem de leve e em dois segundinhos ela subiu pela teia e foi para o teto. 3 a 17mm de tamanho

Fevereiro de 2024: aranha verde, creio que seja uma Lyssomanes viridis, que gosta de comer pulgões, ácaros e formigas, emboscando-os enquanto caça. Nesta foto ela me olhou curiosa. 5 a 8mm de tamanho.

Fevereiro de 2024: papa moscas saltadoras cinza de parede, muito comum no Brasil. 3 a 10mm de tamanho.

Março de 2024: outra saltadora, bem maiorzinha que a logo anterior, tanto que suas quelíceras são bem visíveis. Repare que a outra parece meio peludinha, esta não. Seu padrão também é diferente, embora parecidos e as duas sejam cinza e preto. Acho que a maioria das aranhas que eu acharei por aqui será parecida com estas duas amiguinhas acima.

31 de março de 2024. Identificada pelo Cesar Favacho, com a gentileza de sempre. O nome dela é Nephilingis cruentata, popularmente chamada de “maria-bola”. As fêmeas atingem um comprimento de cerca de 24 mm. As pernas podem ser uniformemente vermelho-escura ou castanha. Os machos são cerca de 4 mm de comprimento e são chamados de joão-palito. Hahahah Elas são naturais da Africa e vieram pra cá pelas mãos dos homens. Gostam de telhados e áreas urbanas e não fazem mal nenhum a nós.

05 de abril de 2025. Uma papa moscas um pouco maior e com uma patinha torta. 🙁

Abril de 2024, mas elas estão aqui desde sempre. São as Pholcus phalangioides, conhecidas popularmente como cavaleiro-das-casas. É a aranha das pernas grandes, finas e das teias mal-ajambradas. Descobri hoje que gostam de comer cochonilhas. Como estão proliferando demais por aqui, já sei pra onde vou levá-las :D.