Em Geral

Um blog sobre todas as coisas Em Geral

O Poder das Emoções

Antes de ler Princesa, tinha lido O Poder das Emoções, do psiquiatra Galeno Procópio M. Alvarenga e sobre ele não poderia deixar de comentar.

O livro é bastante interessante e nos faz pensar em quanto a racionalidade humana é muito mais mito que realidade e que as emoções são as verdadeiras guias do cotidiano. A explicação sobre os neurotransmissores é bem legal e a gente acaba por entender melhor o que observa no dia-a-dia, por exemplo, como eles funcionam trazendo as boas sensações quando do dever cumprido.

Segundo o autor, “lançando mão das chatices da vida, você poderá receber sua quota de dopamina e noradrenalina. Assim, através desse alimento milagroso, fácil e barato, você irá domar e acalmar seu exigente organismo”. Ou seja, concretamente: “tome mais banhos frios, faça mais regime, enfrente tarefas duras e complicadas, procure outras e outras tarefas chatas e desagradáveis, tudo isso o tornará ‘feliz, bem feliz’…”

A explicação do psiquiatra para tais sugestões é a seguinte: ao iniciarmos a ação desagradável, como, por exemplo, ir ao banco pagar uma conta, o cérebro identifica e percebe que já estamos caminhando para pôr fim ao mal-estar proveniente do não pagamento. “Sentimos que os atos desagradáveis possivelmente irão terminar, pois estamos agindo conforme o roteiro estabelecido para isso”. E se o indivíduo não realiza a ação desagradável, outros neurotransmissores, contrários às ações tranquilizantes da dopamina ou noradrenalina serão produzidos, criando um desequilíbrio perturbador.

Enfim, o autor explica como funcionam os neurotransmissores, resumindo que a dopamina e a noradrenalina são os estimulantes de todos os seres vivos e devido a eles readaptamos todo o tempo o estado desarmônico do organismo (em razão de fatores internos ou extermos).

Bem, falei sobre um capítulo específico; a obra aborda vários outros assuntos, valendo citar, a título de ilustração, um trecho da contracapa:

“Por motivos históricos, nossa cultura endeusou a razão, deixando de lado a emoção; não sei o motivo de tanta antipatia. Muitas vezes deixamos de lado nossos preconceitos contra as emoções e, por instantes, elogiamos os que apreciam o belo, a arte, os amantes, os que sorriem ou sofrem. Portanto, convivemos, respeitamos e somos sensibilizados pelas emoções, mas, no fundo, as repudiamos, pois ocupam um lugar secundário em nossa vida. Essa idéia é errada.

Os indivíduos que estão amando, tristes ou raivosos, não escolheram ou decidiram estar assim. As emoções ocorrem sem nossa vontade ou desejo. Elas são detonadas em virtude da ativação de circuitos e núcleos neurais…

Culturalmente, de um modo implícito, muitas vezes explícito, atacamos (com bastante raiva) a ira dos outros e, também, aplaudimos o amor da pessoa à humanidade ou a um simples indivíduo. Mas esta emoção produtora da ação – amar ao próximo – não foi escolhida, ela nos ocorre naturalmente.

O livro procura mostrar que frequentemente somos mais comandados por nossas emoções (irracionalidade: raiva, paixão) que pelas razões. Somos, por mais que acreditemos no oposto, mais idiotas que inteligentes…”

É isso aí: gostei bastante do livro. Vale para quem deseja conhecer um pouquinho de como as emoções atuam no pensamento e na avaliação do comportamento humano, numa linguagem acessível para leigos como eu.

4 comentários

4 comentários até agora

  1. Em Geral » Bem mais idiotas outubro 15th, 2008 10:18

    […] mais uma vez socorro-me das palavras do psiquiatra Galeno Alvarenga quando diz que somos muito mais idiotas que inteligentes. Que […]

  2. Paulo Antonio Trindade novembro 18th, 2008 09:27

    Livro: As Diversas Faces do Homem
    Autor: Galeno Procópio
    Meu nome é Paulo, sou mestiço e tenho pinta de pele preta no braço

    Ganhei esse magnifico livro de uma inquilina minha chamada Joana dia 25 de outubro

    Há cerca de 6 meses ela me falou que seu pai havia falecido e como tinha gastado
    muito com os funerais iria atrazar o aluguel e ela parecia normal.

    Dias depois sua amiga e colega de moradia, a Débora , uma mestiça com problemas congenitos
    no coração me falou que a Joana estava arrazada com a perda do pai.

    Dias depois encontrei as duas de volta de uma consulta médica e a Joana parecia um “zumbi”
    tentei e não consegui conversar com ela.

    Na segunda capa externa do livro eu li:

    A Razão desse livro

    O objetivo aqui é o de transmitir ao leitor idéias gerais e exemplos concretos capazes de esclarecer um pouco melhor a compreensão e a explicação da conduta humana, e ao mesmo
    tempo, criticar algumas suposições absurdas, ás vezes cömicas.
    Espero que mediante as informações contidas no livro adquira um novo conhecimento acerda do mundo animado e inanimado.
    Assim vocë poderá tirar conclusões mais ricas e eficientes acerca do mundo onde vive , e, consequentemente, tomar medidas mais inteligentes diante dos problemas enfrentados.

    Critico , em especial , inúmeras informações teóricas por nós aprendidas muito cede e que, sem dúvida alguma, irão dificultar ou impedir uma compreensão
    mais realística do nosso universo. Muitas dessas crenças , sem o apoio de fatos observáveis, nos acompanham do nascimento à morte,mesmo quando aprendemos outros
    princípiosque vão contra os preconceitos aprendidos.Para ilustrar o descrito um exemplo recolhido da mídia:
    “Maria Tereza afogou na banheira os trës filhos”
    Após ser presa ela ldeclarou à imprensa: “Meus filhos merecem uma vida melhor; agora, depois de mortos, eles irão viver no paraíso , e não nesse inferno”.
    Maria Tereza se referia à uma possível existência feliz depois da morte, por isso os matou .
    Segundo a teoria de maria Terezaseu objetivo foi reconduzeir os filhos ao paraíso.

    Houve uma coincidência:

    Lendo a contracapa do livro lembrei-me de noticia estampada no Jornal ” Estado de Minas” que lera minutos antes:

    HOMEM ATIRA NA FAMILIA E SE SUICIDA

    O ex-seminarista Helder Massucato Resende , de 45 anos, atirou na cabeça da mãe, da mulher, e dos três filhos,
    ontem , antes de se suicidar.A tragedia ocorreu na casa dos pais de Helder, no Centro de Franca, interior de São Paulo.
    Sua mãe,Lourdes Massucato Resende, de 74 lanos,morreu. Sua mulher e os três filhos estão em estado gravíssimo , na
    Santa Casa local, respirando com auxilio de aparelhos.o único sobrevivente é o pai de Helder, de 78 anos que não estava
    em casa. Segundo a Policia Helder estava com forte depressão e tinha se mudado para a casa este mes.

  3. Ela novembro 18th, 2008 13:31

    Obrigada pela visita e comentário, Paulo.
    Ela

  4. joselio setembro 2nd, 2010 13:10

    Bom dia,
    Senhores,,,,
    Comentando sobre cerebro e neurotrasmissores. A mais dias li em um artigo de revista de um medico e cientista famoso mundialmente ,que o cerebro se divide em varias partes diferentes ja confirmadas cientificamente;sendo o cerebro que herdamos dos primeira: repteis,segunda ;mamiferos e a parte terceira : epitelial,sistema eletrico nervoso, nas transformaçoes ,em milhares de sois(anos).

Leave a reply