Reformando a varanda – parte 9

Pois é, quem apostava que a obra não ficaria pronta até o meio dia de hoje ganhou. Viajamos a trabalho e a casa foi fechada completamente imunda, cheia de entulho e com várias pendências de acabamento.

Quando contratamos a empreitada tivemos a informação de que receberíamos tudo pronto há uma semana atrás. Deixamos bem claro que tínhamos compromissos agora em julho e este prazo vinha sendo insistentemente cobrado.  Não obstante, houve faltas injustificadas dos pedreiros, conjugadas com um bocado de corpo mole.

A corrida contra o tempo – totalmente desnecessária se houvesse organização – iniciou-se nesta última semana, mas, mesmo assim, como eu já havia previsto, foi em vão.

É senso comum que quem reforma a casa  passa por este tipo de coisa, mas não devia (nem tinha) que ser assim. Os prestadores de serviço deveriam ser mais sérios e os clientes não deveriam ser tão passivos. Mas, como disse, o senso comum aceita como usual que você se ferre em qualquer tipo de obra ou reforma e não possa reclamar de nada.

Enfim, novas e definitivas fotos acho que só na próxima semana, se tudo der certo.

1 comentário sobre “Reformando a varanda – parte 9”

  1. Boa noite, Ela.Eu imaginei que sua sexta seria assim.Revoltante, mas vamos fazer o quê?Paciência… e muita.
    Já que começou, o jeito agora é esperar, não é?
    Tenha um bom sábado, fique bem…rsrsrsrsr.
    Bjs.

Deixe uma resposta