E a vida se renova

Nossas alamandas sempre são motivo para post. Primeiro porque são floridas ao extremo e deixam a casa linda linda. Segundo porque  suas sementes se desenvolvem dentro de exóticas bolinhas espinhentas, que deixam a todos curiosos. E terceiro porque suas sementes germinam, nascendo mudinhas pra lá de fofas. 🙂

Olha esta aí, que me surpreendeu outro dia. Quando já nem dava fé mais que eu conseguiria uma muda. E, claro, como não poderia deixar de ser, vou acompanhar seu desenvolvimento e postá-lo aqui.

Porquê é primavera, os pássaros se acasalam, as flores desabrocham e a vida se renova.

muda alamanda

4 comentários sobre “E a vida se renova”

  1. Olha, a nossa alamanda que deu estes cachinhos espinhentos foi a alamanda rosa, que talvez seja um outro tipo de planta mesmo. Nossa alamanda amarela nunca deu estes cachinhos.
    E mesmo as sementes da alamanda rosa são super difíceis de irem pra frente.. você tem que plantar um monte pra conseguir algumas mudas. Dê uma olhada em alguma flora, pergunte que eles te respondem, com certeza.

  2. GOSTARIA DE SABER POS TENHO UMA ALLAMANDA E EU A AMO MUITO. E JÁ TENTEI FAZER MUDAS COM GALHOS NA ÁGUA. MAS LI ALGO SOBRE SEMENTES QUE ELAS DÃO MAS A MINHA NÃO DÁ ESTE SAUINHO. OQUE FAÇO. MINHA ALLAMANDA FLORESCE DE SETEMBRO A ABRIL E ATÉ MAIO.

  3. Ela, que fofo!!!!
    Sua delicadeza no olhar lhe rendeu um post maravilhoso.
    Adoro observar estes detalhes no dia a dia.Coisa boa de se ver, não é?
    Bjs, querida.

Deixe uma resposta