Em Geral

Um blog sobre todas as coisas Em Geral

Archive for the 'Plantas' Category

Sinais de primavera

Minhas plantas não tem estado nada belas nestes últimos tempos. Talvez seja a secura do ar, a falta de cuidados adequados ou uma praguinha branca voadora que insiste em povoar nossa varanda.

Mas nada – nada – resiste à expectativa da primavera. Tudo bem que ela só chega no fim de setembro, mas já dá alguns ares, ainda que bem tímidos.

Sempre bom é ver florir as plantas. É a renovação, o renascimento.

1 comment

O início de tudo

No ano passado, em agosto, mostramos a produção de sementes de nossa alamanda. Foi a  época em que a planta – excelente para coberturas, por aguentar bem o sol e o calor – já estava com as cápsulas de sementes bem maduras, já rígidas e começando a abrir.

Então, para completar o processo, publico a foto, tirada neste mês de janeiro, do surgimento de mais cápsulas. Por agora elas estão bem redondinhas, macias. Bem diferentes do que serão daqui a 7, 8 meses.

O interessante é que esta planta, pelo menos pelo que tenho observado, é mais um exemplo de que na natureza vários ciclos de vida respeitam o período de um ano: as cápsulas aparecem em janeiro (foto acima), amadurecem até agosto e soltam as sementes até o início da primavera, quando caem e dão lugar às flores.  No verão, o processo se reinicia.

Quando há muitas cápsulas as flores somem  e a planta fica pouco viçosa, com reduzidas folhas, inclusive. E na época mais pungente  não há nenhuma cápsula ou elas ainda são infantes.

Bacana demais poder acompanhar todas estas etapas. Quiseramos nós ter mais espaço, mais plantas e mais bichos.

3 comments

Primavera; vida em cores

Alamanda flor

Luz do sol

2 comments

Vasinho no côco trabalhado

Pássaros e suculentas

Sei que o vasinho não ficou dos mais belos; o fato é que eu não consegui usá-lo  como bebedouro para pássaros. Ele possui algum furinho – imperceptível – que deixa ir embora toda a água que eu servia.

O “jeito” mesmo foi fazê-lo de vaso. Por enquanto fica aí esta muda de suculenta, mas ajeitarei uma outa, mais simpática.

E o casalzinho – olha aí – cada dia mais apaixonado. Só tem olhos um para o outro. 😉

No comments

Antes e depois

janeiro 09

novembro 09

Jan 09

em nov 09

Janeiro e novembro de 2009.

30 de agosto

novembro

Agosto e novembro de 2009.

1 comment

Kalanchoe tubiflora em quatro meses…

O que são quatro meses, hã? Muito tempo, pouco tempo? Esta “pele-de-sapo”, ou melhor, esta kalanchoe tubiflora, tem algo a dizer. A primeira foto é de agosto. As demais são de ontem, domingo, 22 de novembro.

O detalhe das pontinhas repolhudas são para mostrar de onde vem a maioria dos brotos desta planta. Estas folhinhas soltam-se facilmente e, encontrando terra, já começam a brotar.

Tivemos uma bela floração desta planta em julho deste ano. Veremos se se repete agora em dezembro.

Pele sapo agosto

pele sapo crescendo 22 nov

Detalhes pele sapo

Detalhes

Detalhes 2

A propósito, percebam na segunda foto, no canto esquerdo,  uma kalanchoe luciae ainda verde.

No comments

Uma epífita em nossa varanda

quem sou

estava numa árvore

Há mais de um ano estávamos em Lagoa Santa, na Gruta da Lapinha, quando vimos uma grande árvore coalhadinha desta plantinha aí. Estava tão repleta que sequer estava bonita; parecia ter sido tomada por alguma erva daninha. Curiosa, tirei uma mudinha e a plantei aos pés de um ficus pra ver no que ia dar.

Passados mais de 12 meses a muda se desenvolveu bastante, não deu nenhuma flor, mas continuou a me intrigar: quem seria aquela que vivia abraçada aos galhos de uma gameleira? Lembrava-me apenas das orquídeas e nunca das… bromélias.

Pois é, buscando pela net sobre plantas epífitas encontrei este site. Acho que a planta apresentada por eles não é bem a planta que tenho em casa, mas me aventuro a dizer que a minha é também uma epífita bromélia.

Vivendo e aprendendo..

No comments

E a vida se renova

Nossas alamandas sempre são motivo para post. Primeiro porque são floridas ao extremo e deixam a casa linda linda. Segundo porque  suas sementes se desenvolvem dentro de exóticas bolinhas espinhentas, que deixam a todos curiosos. E terceiro porque suas sementes germinam, nascendo mudinhas pra lá de fofas. 🙂

Olha esta aí, que me surpreendeu outro dia. Quando já nem dava fé mais que eu conseguiria uma muda. E, claro, como não poderia deixar de ser, vou acompanhar seu desenvolvimento e postá-lo aqui.

Porquê é primavera, os pássaros se acasalam, as flores desabrocham e a vida se renova.

muda alamanda

4 comments

Águas de outubro

Quanta chuva neste mês de outubro! A jabuticabeira responde com muitos frutos  e não menos felizes estão as alamandas. Todas duas me surpreenderam hoje com galhos novos, viçosos, verdinhos..

E a alegria dos pássaros, então! Afinal, por estas épocas, eles tem água e fruta fresca todo o tempo. E como residem no telhado do prédio ao lado, tudo está ali, vizinho de casa. É como morar em frente ao sacolão!

A jabuticabeira é pequena, mas dá conta do recado.

jabu

jabut

jabuti

jabutic

No comments

Suculenta ameaça florir

Esta gordinha é minha suculenta preferida. Sua flor é maravilhosa e suas folhas pra lá de simpáticas.

Gorducha

Simpática

1 comment

Só uma!

Fiquei toda feliz, outro dia, de ver que nossa pitangueira deu frutos. Nós a plantamos há quase três anos e nada. Mas o mais engraçado foi a fartura.

Uma pitanguinha só. Só uma! Mas já nos deixou empolgados para o próximo ano. Quem sabe não venham frutos com mais generosidade?

🙂

Pitanguinha

Pitanguinha solitária

2 comments

Tem gente querendo florir de novo

Tá querendo

Florir de novo

Esta bichinha está com a  corda toda: já é a terceira vez que flore este ano.

1 comment

As 1001 utilidades do saião ou kalanchoe fedtschenkoi

Este saião apareceu “do nada” no ficus que veio da casa da sogra. Eu nem sabia que era saião, na verdade, apesar de sempre ter escutado este nome e que seu chá seria  eficaz contra tosses.  Sei de gente que dele faz uso constante. Medicando crianças, inclusive.

Pois então, apesar de o saião não ter uma folhagem tão bela assim, fiquei com pena e o deixei crescer. Foi quando, ao ver suas flores nascerem, me apaixonei. E fiquei me perguntando, ano após ano, porque ninguém daria atenção a seus cachinhos.

Aí, não é que voltando de viagem neste último feriado, em um restaurante na beira da estrada, vimos um vaso de cerâmica cheinho de flores de saião? A foto, infelizmente, não ficou boa, mas dá pra ter ideia de como é o arranjo e de como é simples enfeitar a casa com pouca grana. Basta um pouco de criatividade. E eu posso garantir que o vaso ficou muito interessante, principalmente pela proposta do lugar, de ser rústico e elegante.

Nesta cerâmica  foram usadas flores ainda numa fase inicial, como na segunda foto do post. Fico imaginando quando forem trocadas pelas já rosadas e abertas, como estão as minhas agora (fotos seguintes).  O  vaso vai ficar ainda mais exótico e bonito.

Bom, as flores de saião normalmente começam a aparecer em agosto e não duram muito tempo; apenas o suficiente para eu querer que as minhas plantas  fiquem mais fortes e viçosas a cada  ano. Só não sei se terei coragem de cortá-las para usar as flores como enfeite. Quem sabe se eu fizer mais algumas mudinhas… aí.. talvez..

🙂

Saião

flor de saião

Flor de saião 4

Flor de kalanchoe fedtschenkoi

flor saião

flor de saião 2

flor de saião 3

Vaso com saião

6 comments

Crassula Ovata Gollum, orelhas de Shrek

Aí estão algumas fotos de minha crassula ovata, plantinha exótica que tenho deixado sempre a sol pleno. Outro dia, entretanto, vi a orientação de que esta suculenta deve ser deixada sempre na sombra. Fiquei encucada porque quando a comprei tive justamente a informação oposta.

Mas tudo bem: a crassula da loja era de um verde lindo e as folhas estavam bem roliças. Cheguei em casa e fui reparar a minha. A ponta de cada folha está com um tom avermelhado bonito, mas as folhas estão um pouco enrugadas. Decidi, então, fazer a experiência de deixá-la na sombra pra ver o que ocorre. As fotos de hoje são de após um longo período de exposição contínua ao sol.Veremos a diferença daqui a alguns meses.

A propósito, buscando por informações na net, vi que a bichinha também é chamada de Gollum, Gollum Fingers, Gollum Jade, ET Fingers, Hobbit, Spoon Jade, Finger Jade  e.. Shrek Plant!

Suculenta Shrek

Suculenta Shrek 3

Suculenta Shrek 2

11 comments

Sementes de alamanda

A alamanda é esta planta aqui. Sempre lindona e viçosa. E se você está se perguntando de onde surgem suas sementes, chegou ao lugar certo.

Há mais ou menos uns 5 meses brotaram nos galhos da alamanda rosa (na amarela não demos notícia) estas bolotas espinhosas, verde clarinhas e espinhosas. Vasculhando a rede, descobri que, na verdade, tal bolota é um fruto em forma de cápsula, que, quando amadurece, torna-se rígido, escuro e abre-se em dois (bivalve), liberando um certo número de sementes. Os espinhos que também eram macios tornam-se bem rijos.

Abaixo, na primeira foto, o fruto ainda verde e na segunda e terceira fotos o fruto já aberto e algumas sementes esperando o vento e a força da gravidade atuarem. Afinal, para elas, é só o início de uma longa jornada. Se alguma delas vai encontrar ou não uma terrinha para brotar é que são elas.

As que caíram na nossa varanda, como não poderia deixar de ser, já foram agraciadas. Só não sei se vão vingar.

Fruto da alamanda

Sementes alamanda

fruto alamanda aberto

a semente alamanda

semente alamanda

21 comments

« Página anteriorPróxima página »