Em Geral

Um blog sobre todas as coisas Em Geral

Archive for the 'Gastronomia' Category

Festival de arte e cultura da reforma agraria

   

Fomos ontem na quarta etapa do Circuito Mineiro de Arte e Cultura da Reforma Agrária, na Serraria Souza Pinto. O Festival trouxe apresentações musicais, sarau de poesia, mostra fotográfica e de artes plásticas das escolas do campo, além da Feira da Reforma Agrária, onde compramos os itens acima. A previsão era de comercializarem cerca de 80 toneladas de alimentos dos  mais de 150 produtos diferentes, industrializados e in natura, produzidos em assentamentos e acampamentos de forma ecológica e orgânica.

Ja provamos e aprovamos o jilozinho em conserva e o leite achocolatado Terrinha. Os meninos agradeceram! 😀

 

 

No comments

Creme de kefir é meu novo cream cheese – Bolo

Este bolo é realmente delicioso. A receita original recomenda o uso do cream cheese, mas eu utilizei na massa o creme de kefir que faço em casa e o resultado é maravilhoso. Tem o gostinho do creme azedinho ao fundo, sem contar a fofura; não deixe de fazer.

Para esta receita, feita em forma de bolo inglês, você vai precisar dos seguintes ingredientes:

  • 2 ovos
  • 150g de creme de kefir
  • 75g de manteiga
  • 150g de açúcar
  • 130g de farinha de trigo
  • 1 colher de sopa cheia de fermento em pó
  • 1 pitada de sal
  • 1 colher de sopa de essência de baunilha
Faça da seguinte maneira:
Coloque a manteiga com o creme de kefir e bata (use batedeira de preferência) até formar uma mistura homogênea. Junte o açúcar e bata mais um pouco até que todo o açúcar esteja bem incorporado à massa. Em seguida adicione os ovos, um a um, batendo bem a cada adição. Junte a baunilha. Agora, com a batedeira na velocidade mais baixa, adicione a farinha, o fermento e o sal peneirados e bata mais um pouco até que estes ingredientes secos estejam incorporados; não precisa bater demais neste momento.
Asse em forma de bolo inglês untada e esfarinhada e leve para assar no forno pré aquecido a 160°c,  por cerca de 40/45 minutos ou faça o teste do palito  (se o palito sair limpo, o bolo já está assado). Retire do forno e só desenforme depois de frio. Servimos com uma geleia de mirtilo integral, sem adição de açúcar.
Se desejar fazer um recheio neste bolo, indico doce de leite ou goiabada. Ficará maravilhoso. Ah, depois de pronto, polvilhe açúcar de confeiteiro para deixá-lo  bem charmoso.  🙂
Receita do creme de kefir.
receita original do bolo de cream cheese veio daqui ó; vejam que fotos maravilhosas!
1 comment

Molho pesto de manjericão

Se tem uma coisa fácil de se fazer e deliciosa ao extremo é o tal do molho pesto. Estou fazendo para o próximo sábado para comermos com um delicioso penne e mais parmesão ralado na hora.

O “molho pesto raiz” não é feito no liquidificador, mas aqui em casa a coisa é bruta. Então bato todos os ingredientes e… prontinho. Desta vez deixei bem pedaçudo. Ficou delicia.

Se você não sabe como fazer, siga as instruções:

Bata no liquidificador (as quantidades vão no olho mesmo):

  • Folhas de manjericão (estas foram presente da horta da irmã)
  • Nozes (pode ser castanha do pará, pinholi, pinhões..)
  • Queijo parmesão (use um bom, ok?)
  • Dente de alho (usei 1 só)
  • Azeite
  • Pimenta preta, se quiser (não usei)

Triture tudo e acerte o sal, pois o queijo parmesão já tem um bocado.

Aprecie no macarrão, em carnes, em pães, em saladas… molho pesto é o que há. Nós todos amamos por aqui.

 

No comments

Creme de kefir

Temos usado o iogurte de kefir aqui em casa há mais de 2 meses. Eu e Ele temos nossas canecas de iogurte diário e, vez ou outra, a pedidos, o fornecemos aos meninos. Prefiro fazer assim: deixo que eles nos vejam comendo as coisas boas/saudáveis e eles se interessam naturalmente. Não gosto de ficar forçando nada. Com isso eles tem aprendido a comer de tudo. Uma gracinha.

Pois então… de vez em quando enjoamos de tomar o iogurte e, então, preparamos o creme de iogurte, que se parece com uma coalhada seca. Se depois é adoçado fica tipo um iogurte grego. Você pode colocar mel, açúcares, geleias ou apenas frutas picadas mesmo. É um creme mais azedo e bem grosso. Então tem quem nele adicione um pouco de creme de leite. Fica bem bom.

Já usamos o creme como coalhada seca para fazer sanduíche árabe. Totalmente aprovado também.

Pois bem: o creme de kefir é simplesmente o iogurte ou coalhada de kefir coado. Pegue o iogurte e o deixe sendo coado de um dia para o outro dentro da geladeira. Em 24 horas você terá dois produtos: o creme e o soro, que não deve ser desprezado. Este soro tem alto valor nutritivo, não jogue fora. Utilize para fazer vitaminas, panquecas, waffles, biscoitos, bolos e até regar suas plantas.

A propósito, já fiz um bolo com este creme que ficou muito gostoso. Você não terá propriedades probióticas, pois kefir não deve ser aquecido, mas o bolo vale a pena, pode apostar.

 

1 comment

Creme de pimentão dos Vigilantes do Peso

Fiz este molho/creme de pimentão vermelho e adorei. Adoramos todos aqui em casa, na verdade. E indico. Passamos no Rap10 tostadinho na frigideira. Mas ficará ainda mais delicioso se você fizer ou comprar o pão indiano chapati. Uia, que delícia.

Se você clicar na foto da receita vai conseguir vê-la, mas vou reescrevê-la abaixo para facilitar!

Ingredientes:

  • 4 pimentões vermelhos
  • 1 cebola roxa picada
  • 1 dente de algo fatiado
  • 1 cc. de tomilho fresco
  • suco de 1/2 limão siciliano
  • 2 cc de vinagre balsâmico
  • pimenta caiena  a gosto (usei comum mesmo)

Como fazer:

Usando uma pinça de cozinha ou garfo, coloque os pimentões na boca da trempe do fogão (em contato com o fogo mesmo), deixando o pimentão ficar cozido e a casca bem pretinha. Reserve até que fique frio. Depois retire toda  a pele preta, retire as sementes e pique. Numa frigideira, dê uma borrifada de óleo, refogue a cebola, o alho e o tomilho. Refogue por alguns minutos e desligue o fogo quando a cebola já estiver transparente e o alho cozido. Deixe esfriar.

Coloque tudo já frio no liquidificador e bata, juntando também o suco do limão, o vinagre balsâmico e a pimenta que preferir. Sirva com tortillas assadas temperadas com páprica ou, como eu já disse, Rap10 tostado ou pão chapati. Imagino que fique gostoso também com legumes e alguns pães. Bora tentar!

No comments

Morango batido com cará

Esta é uma excelente opção de sobremesa/lanchinho, não só para crianças como para os adultos. É só cozinhar o cará sem nenhum tempero, bater com morango e adoçar conforme sua preferência.

Se a criança for menor de 2 anos o ideal é não usar açúcar nenhum. Faça com uma fruta bem docinha, tipo banana ou manga. Pode-se usar damascos secos também, por exemplo, hidratados.

O ideal é colocar mais fruta do que a raiz. Tenho certeza que todos vão gostar.

No comments

Pão de queijo 3 ingredientes

Acho que errei um pouco neste pão de queijo 3 ingredientes. Achei a massa mole, coloquei mais polvilho e ele ficou meio duro quando esfriou. Repetirei a receita sem inventar moda; é uma receita fácil e dá pra colocar as crianças pra participarem. Elas adoram. 🙂

Enfim, a receita é super simples.

Só misturar:

  • 1 lata de creme de leite
  • a mesma medida de polvilho e
  • a mesma de queijo minas curado (pode usar o parmesão).

Assar em forno médio e pré-aquecido até dourar.

No comments

Bolos de mandioca e coco (pontuados)

Versão 1 

Acabei de fazer este bolo de mandioca e coco, inspirada pela amiga virtual Carla Silva. Muito fácil e rápido. Basta que você junte os ingredientes abaixo, na ordem colocada, e asse em forno médio até dourar.

  • 300g de mandioca cozida e amassada com o garfo (10pp)
  • 5 ovos (10 pp)
  • adoçante forno e fogão (opp)
  • 5 CS de açúcar (eu tinha pouco adoçante, usei para complementar) (5pp)
  • 70 g de coco ralado (8pp)
  • 75 g leite de coco (5pp)
  • pitada de sal
  • 1 CS de fermento
  • manteiga para untar (2pp)

Então: junte todos os ingredientes – menos o fermento – e mexa bem. Quando estiverem bem incorporados junte o fermento, sem bater. Coloque em forma untada com manteiga e asse até dourar. Aqui serão 40 pontos ao todo. Dividi em 12 e deu 3 pontos por pedaço. Algumas coisas podem ser feitas para ficar (ainda) menos pontuado:

  • usar forma de silicone e não untar com a manteiga;
  • usar apenas adoçante e nenhum açúcar;
  • diminuir no leite de coco (sugiro não retirar o coco ralado, ele fica muito gostoso no frigir dos ovos)

Vá testando e veja o que fica melhor pra você!!

Versão 2, versão original da Carla 🙂

Já fiz e aprovei também. Aqui, da mesma forma, apenas asse por uns 20 min no forno médio ou no micro os seguintes ingredientes bem misturados (colocando o fermento por último, como indicado na versão 1):

-200g de mandioca cozida e amassado (6pp)
-3 ovos (6pp)
-Adoçante a gosto (usei 2CS de adoçante forno e fogão, como ela recomendou) 
-1/2 cs de fermento em pó  e
-2cs de coco ralado (opcional do express) (2pp)

A receita da Carla é um pouco menor do que minha adaptação. E só 14 pontos no total, o que é muito bom!

Ambas com café ou leite são supimpa! Testem!!

CS = colheres de sopa
pp = propontos (do programa Vigilantes do Peso)

No comments

Costela ao molho barbecue

Quer fazer uma boa costelinha de porco ao molho barbecue? É fácil!

Faça uma boa marinada com cebola, alho, pimenta (use todos os temperos que gostar) e deixe a carne pegar gosto (na geladeira, por umas 12 horas).

Depois adicione bastante molho barbecue – usei do pronto mesmo – e leve ao forno, envolvida no papel alumínio.

O resultado fica muito bom. Recomendo!

No comments

Carne de avestruz

Encontrei hoje no Carrefour esta carne de avestruz. Anos atrás a experimentei em um restaurante, mas não me lembrava bem do gosto. Só me lembrava que parecia boi.  Olhei na internet – ainda dentro do mercado –  e li que tinha textura de picanha e os benefícios do peixe.

Comprei 3 embalagens, ou seja, 1 quilo e meio.

E compraria de novo. Com meio quilo fiz um estrogonofe muito gostoso. O milho e o creme de leite ajudam a fazer com que a carne ficasse realmente igualzinha à carne de boi. Se se comer pura, apenas passada na chapa, por exemplo, dá pra sentir um gostinho mais forte do que o da carne de boi. Me pareceu mais metálica, se é que alguém consiga entender o que é isso. Mas a grande vantagem desta feita é que a carne vem super limpinha e já picada. Basta descongelar e preparar.

Com o quilo estante farei um picadinho na cerveja. Não vai ter quem desaprove. 😛

 

No comments

Gemada

Adoro gemada. Com o friozinho do mês é perfeita. Fiz hoje – domingo –  e meus meninos  adoraram. Você também gosta? Sabe fazer? Se não, cola aqui. 🙂

Ingredientes

  • 3 gemas (use as claras para fazer uma omelete!)
  • 3 colheres de sopa de açúcar mascavo
  • pitada de sal pequena
  • pitada de canela
  • 500 ml de leite integral fervente

Como fazer

Na batedeira coloque as 3 gemas sem a pelinha que as envolve (ou as passe numa peneira), o acúcar, a pitada de sal e a pitada de canela. Bata bastante, até que as gemas percam a cor. Vá juntando, então, bem aos poucos, na batedeira, o leite fervente. E continue batendo. A ideia é cozinhar as gemas. Então vá colocando aos poucos o leite e volte com o leite ao fogo para que fique sempre fervente. Bata bem. Se desejar leve toda a mistura ao fogo e dê mais uma fervida. Sirva em seguida. Deliciosa.

No comments

Cerveja gostosa

Adorei esta Ashby de trigo com laranja: o gostinho da fruta é bem nítido.

Tem pouco amargor (é mais adocicada) e dá pra sentir um gostinho de canela ao fundo também.

Teor alcóolico de 6,7%. Muito boa

No comments

Purê de taioba com batatas

Testei uma receita que deu super certo.

Cozinhei umas 6 batatas, as amassei com um garfo enquanto ainda estavam quentes. À parte cozinhei rapidamente um pé de taioba e bati a taioba cozida com o leite que eu usaria no purê. Adicionei este leite nas batatas, adicionei manteiga e acertei o sal.

Ficou bem bom, embora não tenha dado muito gosto de taioba, que eu amo. Na próxima farei com dois pés.

Sobre o cozimento da taioba, faça assim: cozinhe a taioba em pouca água; quando ela estiver macia tire da água quente e coloque em água bem gelada. Li que este processo faz com que se mantenha a cor verde bonita da folha.

Foi bem fácil; tente também.

No comments

Meu frango preguento do Bento!

Outro dia fomos no restaurante Xapuri e pedimos dois pratos. Um foi o “Porco, Porco, Porco”: deliciosas carnes de porco preparadas de 3 jeitos diferentes, mais espigas de milho assadas. O outro foi 1/2 “Frango preguento do Bento”, também  maravilhoso.

Daí que eu resolvi repetir o frango preguento aqui em casa e ficou divino também.

Vou pedir desculpas porque não tirei foto do prato ao final. Já estava muito cansada da cozinha e simplesmente me esqueci. Mas pelas fotos que postei e pela receita detalhada você terá uma boa ideia de como ficou.

O frango preguento original leva no molho pés de frango assados (o colágeno dos pés faz o caldo ficar uma ‘coisa’ boa), mas eu não cheguei a procurar pé de galinha. então usei sobrecoxas e contra coxas mesmo (podia ter usado  partes menos nobres, já que não se aproveita a carne). Outro detalhe é que não anotei as quantidades dos ingredientes, fiz de cabeça mesmo, de acordo com minha preferência. Como foram mais de 3 quilos de frango abusei de tudo, do alho, da cebola, dos temperos.. Não tem erro. Confie no seu instinto.

Ah, a receita é feita em duas partes. Primeiramente você começa a fazer o molho e o deixa fervendo e apurando por bastante tempo. Enquanto isso você tempera bem o frango. Ele vai ser frito em imersão antes de receber o molho.

Vamos lá:

Para o molho você vai precisar de:

  • óleo
  • alho
  • cebola
  • bacon
  • alho poró
  • cenouras
  • tomates
  • bastante cheiro verde
  • 1 quilo de frango para o molho (pode ser qualquer parte; usei contra coxa)
  • 3 quilos de frango (use as partes que mais gostar, eu fiz com contra coxas e sobrecoxas)
  • temperos de sua preferência.

Como fazer o molho do frango preguento:

Aqueça uma panela, adicione óleo e doure bem o alho e a cebola. Adicione o bacon picadinho, frite e depois adicione a cenoura e o tomate picados. Deixe ferver até que se forme um molho pedaçudo. Adicione o frango do molho, junte o alho poró e o cheiro verde. Junte todos os temperos de sua preferência. Agora é deixar o caldo engrossar bastante. A carne se soltará dos ossos e os demais ingredientes vão praticamente derreter. Vá mexendo e adicionando água para não secar demais.

Como fazer a carne propriamente dita

Frite as partes já bem temperadas em imersão e reserve em um prato com papel toalha para escorrer o excesso. Se não quiser fritar, pode preparar o frango em panela de pressão, deixando-o bem douradinho depois.

Os finalmentes

Depois que o molho estiver bem grosso e encorpado você deve coá-lo. Passe o molho numa peneira grande ou em pano próprio. Coloque então o frango frito no molho pronto. Sirva com arroz branco e se delicie. 🙂

Não vou mentir: este frango deu um trabalho do cão. Mas é que fiz uma quantidade grande, para o almoço do aniversário de minha mãe. Penso que se for feito para menos gente é ok de se fazer.

E se não animar de ir pra cozinha, vai lá no Xapuri experimentar. O restaurante não é barato, mas a comida é boa. Pra quem não é de Minas Gerais e curte uma comidinha mineira de qualidade, lá é um restaurante bem típico.

No comments

Mais um bolo de banana delicioso!

Sempre mando bolo de banana caseiro para o lanche dos meninos. E o bolo faz um sucesso danado! Esta semana a professora do ano passado veio me pedir a receita. Como eu sempre faço de olho, mesmo tendo várias anotadas, fiquei meio sem saber qual passar. Daí fiz hoje um tabuleirão e anotei o que fiz  tintim por tintim. E para não perdê-la – pois ficou muito boa – vou postar aqui. 🙂

BOLO DE BANANA

Ingredientes

  • 10 bananas caturras médias
  • 1 colher de sopa de manteiga mole
  • 4 ovos
  • 1 xícara de uvas passas
  • ¾ de xícara de castanhas do pará picadas
  • 2 xícaras de aveia grossa
  • 1 xicara de açúcar mascavo
  • 1 colher de sopa (rasa) de canela
  • 1 pitada de sal
  • 1 colher de chá de fermento

Modo de fazer

Pique as bananas em rodelas e adicione o restante dos ingredientes, menos o fermento. Mexa até que se forme uma massa, sem se preocupar em amassar toda a banana. Não tem problema (é ate bom) que fiquem os pedacinhos de banana sem amassar. Depois junte o fermento, coloque na forma untada com manteiga e polvilhe canela por cima. Asse por uns 30 minutos em forno pré-aquecido e de temperatura média.

Agora é só impressionar as visitas! 🙂

No comments

Próxima página »